quinta-feira, 28 de fevereiro de 2013

Educação capacita professores em edição de vídeos

Nos dias 06 e 07 de março, das 8h30 às 12 horas, a Secretaria Municipal de Educação, por intermédio do Departamento de Tecnologia e Educação (DTE), promove uma capacitação em edição de vídeo, destinada aos professores da rede municipal de ensino.
Segundo a coordenadoria do DTE, o treinamento vai servir aos educadores na edição de documentário das escolas, relativo ao centenário de Marabá, intitulado “Marabá 100 anos, mil Histórias”.

Semed projeta a construção de mais 18 NEI

Semed projeta a construção de mais 18 NEI
A Secretaria Municipal de Educação (SEMED) projeta a construção de outras 18 unidades de Núcleo de Educação Infantil (NEI) para cumprir a demanda de Marabá e as novas recomendações do MEC (Ministério da Educação), que prioriza as crianças alfabetizadas até os oito anos de idade. O município conta hoje com 24 núcleos e outros em construção,
Além dessa necessidade, a construção é necessária porque a maioria dos prédios (17) é alugada, sete são cedidos e somente cinco são de propriedade da Prefeitura de Marabá. Esses espaços abrigam 203 turmas em 104 salas de aula. No entanto, há uma lista de espera de 550 crianças para estudarem ainda em 2013.
Outros seis núcleos estão em processo de autorização, ou seja, formação de parcerias entre a SEMED e instituições voluntárias, como associações de bairros. Os espaços vão disponibilizar 15 salas de aulas, abrigando aproximadamente 600 crianças, em 31 turmas.
Em construção, no momento, estão os núcleos Capistrano de Abreu e São José; o NEI Marluce Ferreira, na Folha 6, que abrigará crianças que estudam em local cedido, na Folha 12; e o NEI Antônio Ribeiro, localizado na Vila Santa Fé, que está com 50% das obras concluídas.

Semed recebe quatro micro-ônibus novos


Semed recebe quatro micro-ônibus novos
A Secretaria Municipal de Educação (SEMED) recebeu esta semana quatro novos micro-ônibus, adaptados para portadores de necessidades especiais, a ser utilizados no transporte escolar de alunos e professores da rede pública. Os veículos foram adquiridos através de convênios com o Ministério da Educação. Os micro-ônibus, ainda sem placa, estão passando por revisão na concessionária Iveco, estando três deles estacionados no pátio da SEMED.
Ônibus na PRF – Dois ônibus seminovos, apreendidos desde 2011 pela Polícia Rodoviária Federal (PRF), serão devolvidos à SEMED nas próximas 48 horas. O principal motivo da apreensão foi à inexistência de documentos dos referidos veículos.
Segundo o Departamento de Infraestrutura e Projetos da SEMED, a atual administração empenhou-se em conseguir as notas fiscais desses ônibus em Belém e, logo que forem entregues pela PRF, será providenciado o emplacamento e revisão para que voltem a circular.

Fonte: maraba.pa.gov.br
 

quarta-feira, 27 de fevereiro de 2013

Blog Contraponto & Reflexão

CONTRAPONTO & REFLEXÃO 
Parabéns pelo seis anos de comunicação nas redes sociais meu amigo Ribamar Ribeiro Júnior (não tem José, inclusive gostava de lhe atentar,  chacota...). Nos conhecemos desde da nossa juventude inicio da década de 1990, no partido, nos movementos sociais.
A partir do seu blog http://ribamarribeirojunior.blogspot.com.br/ faz a sua trincheira, pelo seu conhecimento intelectual, faz com ética e fundamentação, é um excelente meio de comunicação. Siga a luta acreditando no que virá...



Dia 1º lançamento Alfabetização na Idade Certa

Semed vai lançar ações do Pacto pela Educação
A Secretaria Municipal de Educação (Semed) lança na próxima sexta-feira, 1º de março, as ações do Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa. O pacto tem como objetivo assegurar que todas as crianças estejam alfabetizadas até o 3º ano do 1º Ciclo.
A solenidade de abertura das ações do pacto será às 19 horas, no auditório da Câmara Municipal de Marabá (CMM).

Zeca News: Decreto de Emergência: Semed garante que merenda ...

Zeca News: Decreto de Emergência: Semed garante que merenda ...: O Prefeito João Salame baixou Decreto de Emergência na Secretaria Municipal de Educação para solucionar a falta de merenda nas escolas. ...

domingo, 24 de fevereiro de 2013

sábado, 23 de fevereiro de 2013

UFPA E SEMED PROMOVEM CURSO DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL




A Universidade Federal do Pará (UFPA) através do Núcleo de Educação Ambiental (NEAm) do Campus Sul e Sudeste do Pará, coordenado pelo professor Prof. Msc. José Pedro Azevedo Martins em parceria com a Secretaria Municipal de Educação de Marabá (SEMED), tendo como secretário o educador popular Luiz Bressan e a frente da Diretoria de Ensino Rural o professor Francisco Pereira Neto promoveram um Curso de Formação em Educação Ambiental.
Esta primeira atividade foi dedicada especificamente para os/as professores/as que trabalham como formadores/as da Diretoria de Ensino Rural da SEMED, ocorreu no período de 18 a 22 de fevereiro de 2013, na Escola Artur Guerra Guimarães.
O programa do curso envolveu os seguintes temas: educação crítica e libertadora; fundamentos da Educação Ambiental; a relação homem e o ambiente; os impactos globais e locais integrados ao desenvolvimento regional e construção de planejamento e projetos de ensinos considerando a dimensão ambiental. Que foram desenvolvidos através de leituras, debates, seminário e vídeos sobre a temática.
Esta formação visa melhorar a qualidade do ensino desenvolvido nas escolas do campo. Para a maioria dos participantes uma ação inovadora, atrativa e prazerosa que renderá frutos nos espaços escolares rurais.
O Núcleo de Educação Ambiental (NEAm) da UFPA tem vários anos de experiência, principalmente em Parauapebas. E agora, nesta nova administração do prefeito João Salame as perspectivas são favoráveis, sobretudo, pela parceria com as secretarias municipais de educação e meio ambiente.
Neste sentido, outras ações de Educação Ambiental serão realizadas no decorrer do ano no âmbito do Projeto: a Educação Ambiental para comunidades sob influência do Complexo Siderúrgico Alpa em Marabá – Pará, coordenado por José Pedro. 

 



sexta-feira, 22 de fevereiro de 2013

Pró EFA

Continuamos trabalhando na construção/elaboração do Projeto de Educação do Campo e Extensão Rural por Alternância da Região Sudeste do Estado do Pará (PROEFA):
  • Aguardamos um retorno da Direção da FATA/FETAGRI em relação a proposta da  inclusão da Escola Família Agrícola (EFA) no Programa de Revitalização da FATA;
  • Aguardamos um retorno da Secretária Executiva da UNEFAB em relação a retomada da articulação nacional com a Pedagogia da Alternância;
  • Estamos em elaboração de um texto sobre o professor Jean Hébette (com a colaboração de Gutemberg Guerra);
  • Elaboração do PROEFA (parte escrita);
  • No mês de março/2013 faremos uma reunião para criar a Comissão de Articulação Pró EFA (caso seja necessário), e faremos lembrança/memória da data de 18 de março de 1996 (17 anos do início da EFA da Região de Marabá;
  • Socialização da proposta de retomada do funcionamento da Escola Família Agrícola da Região de Marabá (EFA).
As coisas ainda estão lentas por que o referido projeto não foi apresentado para a Secretaria Municipal de Educação de Marabá (SEMED) e Empresa de Assistência Tecnica e Extensão Rural do Estado do Pará (EMATER - PARÁ) para definir a institucionalização das parcerias. Esta apresentação será realizada quando uma primeira versão escrita do PROEFA (estiver concluída), bem como local de funcionamento da EFA (estiver definido).
O professor José Pedro de Azevedo Martins (doutorando em Educação Ambiental)  se colocou a disposição para colaborar com a EFA. É mais um aliado.

Semed apresenta relatório ao prefeito João Salame

Semed apresenta à prefeito relatório de patrimônios e dívidas.

 A Secretaria Municipal de Educação (Semed) apresentou no final da tarde de ontem, 20, ao prefeito João Salame, em reunião no gabinete da prefeitura, relatórios parciais sobre patrimônio, dívidas e projetos na área educacional no município. O secretário da educação, Luiz Bressan, fez uma explanação geral, pontuando a situação como encontrou a secretaria e as medidas que estão sendo tomadas, para sanar os problemas.
Questões, como obras inacabadas das escolas, estradas e rotas do transporte escolar na zona rural e contratos fantasmas foram apresentados em um conjunto de relatórios. O levantamento dessas informações foi uma ação conjunta dos setores da Semed: financeiro, educação na zona urbana e rural.
O relatório apontou que o total de dividas no setor educacional ultrapassa os 6 milhões e meio de reais e, que para a conclusão das obras em escolas e centros de formação, será necessário o uso de recursos do ano de 2013. Também foi pedido que, antes do aluguel de prédios para o funcionamento das escolas, uma equipe técnica da Secretaria de obras (SEVOP) faça uma vistoria no local, verificando a possibilidade de infiltrações e problemas estruturais.
A Semed também apresentou um projeto para o aluguel de um galpão, que será usado no armazenamento seguro da merenda escolar, almoxarifado e também carteiras e mesas, que hoje estão espalhadas pelo prédio da secretaria. Segundo o relatório, o galpão vai começar a funcionar antes do centenário da cidade.
O levantamento realizado pelo Departamento Financeiro revelou que 8 milhões de reais foram gastos no mês de janeiro com o pagamento de funcionários. O mesmo levantamento aponta um gasto parcial de 6 milhões de reais para o mês de fevereiro, sem o acréscimo das parcelas dos salários atrasados.
João Salame aproveitou para enfatizar, que foi seu compromisso matricular todas as crianças que desejavam estudar e deu autorização para alugar prédios enquanto não se conclui as escolas que estão em construção. Em 2013, o número de matriculados na rede pública em toda a região de Marabá é de 56.083 alunos.
No caso da zona rural, o relatório aponta que a manutenção das estradas deve ser urgente e também é necessário um novo sistema de rotas que levem os alunos até as escolas em segurança. O projeto de distribuição de bicicletas para os alunos dessas localidades foi discutido e o prefeito pediu pressa no atendimento a essas comunidades.

quinta-feira, 21 de fevereiro de 2013

SEMED

Na última quarta-feira (20), a secretaria municipal de Educação (Semed) ofereceu ao prefeito João Salame, balanços parciais e inerentes ao patrimônio municipal, bem como, relação de dívidas e ações na área educacional. Na reunião, discutiram as reais situações recepcionadas pela gestão atual da secretaria, apontando estratégias para sanar os problemas que não são poucos.
A zona rural é um dos principais alvos dessa preocupação, apontada com números relevantes de escolas e estradas inacabadas, bem como, vergonhosos contratos fantasmas.
Discutiu-se também, a necessidade urgente de se alugar um galpão para armazenar com segurança, a merenda escolar e demais materiais escolares, os quais, estão esparramados pelo espaço da secretaria.
Enquanto não se conclui a construção de determinadas escolas, João Salame denota que, prédios devam ser alugados, assumindo, dessa forma, seu compromisso de autorizar matrícula de todas as crianças que desejam estudar.

Copiado Ctrl c + Ctrl v do http://www.hiroshibogea.com.br/
 

quarta-feira, 13 de fevereiro de 2013

Os/as aliados/as da EFA

 
No processo de retomada do funcionamento da Escola Família Agrícola da Região de Marabá (EFA) estamos construindo o Projeto de Educação do Campo e Extensão Rural por Alternância da Região Sudeste do Estado do Pará (PROEFA), que está sendo proposto a sua  inclusão no Programa de Revitalização da FATA "um trem para o futuro" que deve ser apresentado para financiamento pela mineradora VALE, articulação da CUT/Nacional e deverá contar com à participação da: Federação das Cooperativas da Agricultura Familiar do Araguaia Tocantins , FETAGRI e outras que poderão nascer ou se interessar. Também dos governos: municipal, estadual e federal. Tendo como finalidade principal colocar em funcionamento ações que dê vida e sustentabilidade para o Centro de Convivência da FATA tendo como eixos: Formação Política Sindical, Educação do Campo e Qualificação Profissional, fundamentado na dimensão Ambiental.
 
Mais especificamente sobre a EFA já podemos mencionar alguns aliados/as, e futuramente citaremos outros/as que confirmarão sua adesão.
 
João José Corrêa Filho (que atuou na FASE Marabá e Belém, no momento está em Parauapebas) está assessorando o Movimento Sindical dos Trabalhadores/as Rurais do Sudeste do Pará (MSTTR). "Pois saiba que tens em mim um defensor inconteste da EFA, tanto pelo seu passado como pelo futuro que virá."
 
Já conversamos informalmente e nos autorizaram a mencionar seus nomes: Francisco Pereira Neto "Chiquim" - Diretor de Ensino Rural e do Campo da SEMED e Floripes do Amaral Silva - Secretária Adjunta de Educação de Marabá.
João Corrêa relator da reunião MSTTR com a CUT e a Vale
 
 

segunda-feira, 11 de fevereiro de 2013

Papa Bento XVI anuncia renúncia

O Cardeal alemão Joseph Ratzinger vai se recolher ao Mosteiro no Vaticano e se dedicar ORAÇÃO

"Quanto ao que diz respeito a mim, também no futuro, gostaria de servir de todo coração à Santa Igreja de Deus com uma vida dedicada à oração"

O próximo Papa poderá ser o brasileiro João Bráz.

O ato do papa Papa foi coerente e louvável.
Quanto ao que diz respeito a mim, também no futuro, gostaria de servir de todo coração à Santa Igreja de Deus com uma vida dedicada à oração

Leia mais em: http://noticias.bol.uol.com.br/internacional/2013/02/11/papa-bento-16-renuncia-ao-pontificado.jhtm

quinta-feira, 7 de fevereiro de 2013

Movimentos Sociais reúnem com a Vale



Dia: 06 de fevereiro de 2013 aconteceu em Marabá um momento histórico o Movimento Sindical dos/as Trabalhadores/as Rurais da Região Sudeste do Pará e a Vale S.A empresa da mineração reuniu-se para tratar uma futura parceria. Participaram: representantes da Vale: Aldo Lima Ferreira (relações trabalhistas) e Eloiso Araújo (relações com Comunidade), Francisco de Assis Solidade da Costa (FETAGRI - Pará), Jaci Afonso (Executiva Nacional da CUT), Ari Aloraldo dos Santos Batista (Agência de Desenvolvimento Sustentável - ADS/CUT), Orlando Furini Vincenci (CUT/Nacional), Milton Zimmer (Deputado Estadual/PT), dirigentes dos Sindicatos dos/as Trabalhadores/as Rurais, presidentes da CUT Pará e Maranhão, representação dos sindicatos bancários e ferroviários.
Os Movimentos Sociais realizaram uma reunião preparatória anteriormente. O Prefeito João Salame Neto e assessores participaram de um café da manhã em um hotel da cidade e os sindicalistas da Central Única dos/as Trabalhadores/as e também da visita da área da Fundanção Agrária do Tocantins Araguaia (FATA) instituição que já abrigou com grande êxito o Centro Agroambiental do Tocantis (CAT) e Escola Família Agrícola da Região de Marabá (EFA).
Na sede da FETAGRI os/as agricultores/as contextualizaram o desenvolvimento regional e propuseram estabelecer uma parceria com a Vale que historicamente tem apoiado pouco projeto voltado para agricultura familiar.
Ficaram os indicativos de realização de um seminário em Marabá - Pará e São Luiz - Maranhão, para intercambios e avanços da parceria. Podendo surgir um projeto  "um trem para o futuro".
A FATA e a FETAGRI em nome do movimento sindical deve apresentar um projeto de apoio financeiro para desenvolver um projeto de Formação política, social, econômica e ambiental voltada para agricultura familiar. O problema urgente é a reforma dos prédios da FATA localizados no km. da rodovia Transamazônica (sentido Itupiranga).
O próximo encontro será dia 10 de abril de 2013 em Marabá. Jaci Afonso (Executiva Nacional da CUT) é grande articulador desta parceria, que rapidamente manteve contatos com o Banco do Brasil, a próxima organização a ser dialogada com os/as agricultores/as.

Fotos: João Correa Texto: Damião Santos








terça-feira, 5 de fevereiro de 2013

Escola do Campo: uma justa homenagem à irmã Adelaide Molinari




Damião Solidade dos Santos[*]
Uma justa homenagem foi realizada na Vila Canaã, situada próxima do rio Sororó, na área do Projeto de Assentamento Piquiá (antigo Castanhal), no km. 35 da rodovia federal BR 155 (trecho recentemente federalizado da rodovia estadual PA 150), no município de Marabá. Ato materializado com a denominação da Escola Municipal de Ensino Fundamental “Adelaide Molinari”, uma Escola do Campo.
Adelaide Molinari nascida em 02 de fevereiro de 1938 em Garibalde – Rio Grande do Sul foi consagrada freira em 1964. Em 1983 foi transferida para a Diocese de Marabá. Pertencente a Congregação Filha do Amor Divino, trabalhava nas comunidades de Eldorado do Carajás e Curionópolis, morava nesta última e apoiava as organizações populares principalmente o Sindicato dos Trabalhadores/as Rurais (STTR). Nestes municípios  tem escolas e centros com seu nome. Anualmente é realizada uma romaria em sua memória.
Foi brutalmente assassinada com um tiro de revólver, que lhe atingiu o pescoço, dia 14 de abril de 1985, na estação rodoviária de Eldorado do Carajás, com 47 anos de vida. Tendo como acusado José de Ribamar Rodrigues Lopes “Zé de Bomba”. O alvo principal era Arnaldo Delcídio Ferreira (na época presidente do STTR), que sobreviveu mesmo a bala tendo transfixado seu pescoço. Vindo a ser assassinado em 1993.
Nos dias, 28 e 29 de abril de 2004, depois de 19 anos de luta dos movimentos sociais, ocorreu em Curionópolis o julgamento, sendo que o acusado foi absolvido por 5 a 2 votos. O Ministério Público solicitou novo julgamento. Reina a impunidade para mandantes e assassinos. Informações sobre o andamento pode ser obtida na Comissão Pastoral da Terra (CPT), organização ligada a Igreja Católica que presta assessoria jurídica aos Movimentos Sociais do Campo (telefone 94 – 3321 – 1461), Travessa 13 de Maio, Centro – Marabá. www.cpt.org.br
A luta pela posse da terra no Brasil, sobretudo no estado do Pará, tem custado à vida de muitas pessoas: religiosos (as), agricultores (as), índios (as), advogados. Mencionamos alguns exemplos: o advogado popular Gabriel Sales Pimenta (1982) que também tem uma Escola com seu nome no Núcleo Morada Nova, o advogado Paulo Fonteles (1987), irmã Doroth Stang (2005) e recentemente os ambientalistas José Claúdio e Maria do Espírito Santo (2011), este julgamento não pode ficar impune. Isso sem falar nas chacinas e massacres.
Este texto foi elaborado em 2005 para introduzir o estudo da disciplina de Estudos Amazônicos. Na época atuei como professor na referida escola. Que sirva de estimulo para que os/as professores/as organizem e/ou adequem seus próprios materiais didáticos e utilizem o jornal na sala de aula. Esperamos que depois de mais de três décadas de muitas lutas e mortes, mas também de conquistas e avanços do campesinato, tenhamos uma vida mais digna e sustentável.
Referências
JORNAL OPINIÃO. Marabá, 27 e 28 de abril de 2004. Edição n° 997, seção: polícia, p. 7.

Publicado originalmente no Jornal Opinião, Marabá– PA, 05 e 06 de fevereiro de 2013 Edição: 2288, p. 2.



[*] Professor na Rede de Ensino da Secretaria Municipal de Educação de Marabá (SEMED) e Extensionista Rural da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado do Pará (EMATER-PARÁ). dsolidade@bol.com.br

segunda-feira, 4 de fevereiro de 2013

Mudanças na EMATER Regional Marabá

Nota Circular ERMAB 001/2013
Marabá (PA) 04 de Fevereiro de 2013

             
             
            Vimos através deste informar que a partir desta data 04/02/2013 a Supervisão do Regional Marabá ficará composta por:
·         Genival Reis dos Santos (Supervisor Regional);
·         Carlos Eduardo Soares Rodrigues (Supervisor Adjunto);
Estamos ao mesmo tempo solicitando o apoio no sentido de trabalharmos juntos, sempre em sintonia com a missão da Empresa e com o compromisso junto aos pequenos produtores e fazendo sempre o possível para alcançarmos melhores resultados mesmo diante dos poucos recursos.
Contamos com o apoio de todos.

Genival Reis dos Santos (Supervisor Regional)
Carlos Eduardo Soares Rodrigues (Supervisor Adjunto)